II encontro - 2005 (Nova Pádua - RS)


Pórtico de Nova PáduaO II Encontro da Família Tonello, organizado por Ademir Tonello, foi realizado nos dias 12 e 13 de novembro de 2005 em Nova Pádua, um pequeno município de colonização italiana e com pouco mais de 2.500 habitantes no Vale do Rio das Antas, na Serra Gaúcha. Seu nome é uma homenagem à cidade italiana de Pádua.

A colonização da região iniciou-se em 1886, com a chegada de imigrantes italianos do Vêneto. No início daquele ano, sete famílias chegaram ao Rio Grande do Sul para habitar a 16ª Légua do Campo dos Bugres, hoje Nova Pádua. Em 1890, alguns imigrantes que fugiam da miséria chegaram a estas terras vindos de várias cidades da pátria-mãe.

Em Nova Pádua, a cultura herdada dos imigrantes italianos é preservada. Herdaram a maneira de trabalhar com a terra, a garra, a religiosidade, a hospitalidade e o dialeto vêneto, o qual é praticamente, hoje, falado constantemente em todas as famílias. As festas típicas coloniais, realizadas nas capelas do interior, rurais, apresentam a farta gastronomia, regadas por um bom vinho e jogos de bochas, carteado e a "mora", também herdados pelos agrimensores.


Destaque do encontro

No Encontro da Família Tonello, 2005 em Nova Pádua o grande e emocionante destaque foi a visitação da casa de Giuseppe e Maria Tonello. Durante um período que antecedeu a festa, os descendentes se uniram e montaram os cômodos da casa desde móveis, roupas, fotos e utensílios fazendo uma verdadeira volta ao passado, fazendo com que os visitantes entrassem num túnel do tempo, emocionando-se ao ter contato com a riqueza dos detalhes expostos. Vermelho, cor quente, na parte externa foi escolhida para reforçar a arquitetura, mas acima de tudo dar um toque de aconchego que acolheu todos os filhos do casal, netos, noras e genros e que fizeram do local um lar cheio de união, um porto seguro depois de jornadas cansativas na colônia.

Para completar o resgate ao passado, as pessoas eram conduzidas ao porão da casa, recepcionados com o “Merendim” termo usado para designar um lanche. Queijos, salames, pão colonial, vinhos produzindo pela família eram degustados em meio a decoração de pipas. Para quem teve a oportunidade de circular pela história viva oferecida pela família Tonello naquele sábado teve a chance não só de rever parentes próximos e distantes, mas também de resgatar as raízes de uma família que fez a diferença na imigração.

Para saber mais sobre a história dos descendentes de Giuseppe Tonello, clique aqui.

Casa - II Encontro da Família Tonello


Comissão organizadora

O encontro foi organizado por Ademir Tonello, o qual foi auxiliado por sua esposa Lizete e pelos casais Antonio e Paula, Geraldo e Mirtes, Lino e Ilda, Nestor e Neide, Tomé e Sandra e Valdecir e Andréia.

Comissão organizadora do II encontro da família Tonello
Ver ordem das pessoas na foto para colocar de legenda.

Convite


Foto oficial do encontro

Foto oficial- II Encontro da Família Tonello


Galeria de fotos do encontro